Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

Como escolas podem usar a educação a distância para continuar e aprimorar o ensino

Desde que foi noticiado o avanço da pandemia causada pelo novo coronavírus, o COVID-19, escolas em todo o mundo foram fechadas, o que levantou um novo olhar sobre a educação a distância (EAD).

O cancelamento de todas as aulas presenciais por até dois meses, como meio de contribuir com o isolamento social e evitar a proliferação do vírus, obrigou as escolas a procurar o ensino EAD para evitar que o ano escolar fosse perdido.

Apesar das aulas presenciais serem essenciais, principalmente para alunos do ensino fundamental e médio, há várias maneiras pelas quais as escolas podem adaptar seu cronograma de ensino para continuar a educação.

Como escolas podem usar a educação a distância para continuar e aprimorar o ensino

Situação do ensino escolar em meio a crise do COVID-19

Orientados pela OMS, uma das primeiras medidas tomadas pelos governantes foi promover o isolamento social, indicado como método mais eficaz para conter a proliferação do novo coronavírus.

Com isso, escolas foram prontamente fechadas por um período mínimo de trinta dias, evitando que não só os alunos contraíssem o vírus, mas também atuassem como transmissores para pais e pessoas incluídas no grupo de risco, como idosos e demais indivíduos com o sistema imunológico comprometido.

O mundo todo se fechou em quarentena e o período de isolamento não tem data certa para acabar, o que levou a um novo dilema: como evitar que o ano escolar seja perdido?

A solução encontrada foi a educação a distância, fazendo uso de computadores e atividades complementares para dar continuidade à aprendizagem das crianças e adolescentes.

8 coisas que você precisa saber sobre o ensino online

No entanto, nem todos os estudantes têm acesso a computadores e à internet de qualidade, principalmente aqueles em situação de maior vulnerabilidade social.

Outro problema é manter a concentração de crianças mais novas e ter tempo para auxiliar seus estudos, sendo que muitos pais estão trabalhando em casa ou ainda precisam sair.

Como dissemos, esses problemas são mais graves em locais com menor índice de desenvolvimento e, segundo a Unicef, 154 milhões de estudantes estão sem aulas na América Latina e Caribe. 

A entidade alerta que a situação poderá se estender, e há risco de abandono escolar definitivo.

Evitar que essa previsão se cumpra exige grandes esforços por parte dos governos atuantes, mas, do ponto de vista educacional, há muito que administradores escolares e professores podem fazer para contribuir com a educação a distância.

Dicas para usar a educação a distância no ensino escolar

Aprenda como gravar vídeos em casa

Em primeiro lugar, não entre em pânico. Respire fundo e perceba que, embora implantar um sistema de educação à distância possa parecer assustador ou menos eficaz do que uma escola tradicional, tudo é adaptável.

Tente deixar de lado todas as defesas que você tem e entenda que essa é uma maneira de atender às necessidades de seus alunos durante esse momento sem precedentes.

Encare essa situação como uma oportunidade de pensar em como podemos estender o aprendizado para fora das paredes das salas de aula, fazendo com que ele chegue até quem precisa. 

Para ajudar, preparamos algumas dicas de como é possível tornar a educação a distância mais eficaz e prazerosa para todas as partes envolvidas, considerando as diferentes faixa etárias de alunos.

Leitura em voz alta em vídeo (1ª a 4ª série)

Uma maneira de envolver as famílias e os alunos em casa, principalmente as crianças, é fazer uma leitura em voz alta por meio de vídeo.

Dicas para falar bem em vídeo

Como educador, você pode escolher um livro que se conecte ao aprendizado e criar um vídeo fazendo sua leitura. Esse método de ensino permite que você faça pausas, saliente pontos interessantes e faça perguntas para os alunos responderem como lição. 

A leitura pode ser feito por meio de vídeo gravados ou ao vivo, utilizando plataformas como o Facebook, Instagram ou o YouTube

–  Saiba como gravar vídeos em casa

Professores e administradores que fazem isso costumam organizar um evento ao vivo nos sites de mídia social da escola e os pais são notificados quando ele irá ao ar. 

Se você não quiser fazer a leitura ao vivo, não tem problema,  grave o vídeo com antecedência e o hospede na plataforma de ensino online adotada pela escola. 

O que é uma plataforma de ensino online

Vídeos, fotos e diário online (5ª a 9ª série)

Qualquer pessoa que tenha trabalhado em escolas primárias sabe que as crianças estão familiarizadas com a tecnologia, mas isso não as torna especialistas em tecnologia. 

Também é importante destacar que jovens e crianças costumam adotar uma atitude passiva em relação ao conteúdo que consomem na internet. Mas quando se trata de estudo, é importante que o estudante seja mais ativo, engajado com o próprio aprendizado.

Por esse motivo, as lições digitais em casa precisam ser amigáveis, simples de executar ​​e interessantes para o aluno e suas famílias. 

Promover atividades interativas, que envolvam tarefas práticas na rotina do aluno, é uma ótima forma de atrair sua atenção e envolvê-lo com o estudo.

Proponha a realização de um diário online. Peça aos estudantes  para anotar fatos, tirar fotos, fazer vídeos e digitar perguntas e respostas para qualquer coisa que achem interessante no seu dia a dia.

Essa atividade permite que você insira o conteúdo de uma forma leve, incitando os alunos a fazerem registros digitais de experiência práticas. 

Você pode solicitar, por exemplo, que o aluno:

  • Faça um vídeo de si mesmo lendo um livro.
  • Tire fotos de formas diferentes em sua casa e identifique-as.
  • Tire uma foto de uma planilha matemática e grave uma sobreposição de áudio para explicar como ele resolveu o problema.
  • Inicie um blog e anote suas experiências em casa.
  • Faça um vídeo tutorial realizando uma experiência ou resolvendo um problema matemático.

Screencasts (Ensino médio) 

Muitos professores do ensino médio já estão habituados a usar um sistema de gestão de aprendizagem e educação a distância, tais como o Coursify.me. Nesses casos, a criação de aulas online não é nenhuma novidade. 

Para muitos, porém, o ensino EAD é algo novo. Por isso, aconselhamos a produção de screencasts como uma das maneiras mais fáceis de compartilhar conteúdo e orientações com seus alunos.

Um screencast é um vídeo que inclui o conteúdo que aparece na tela do computador (grava diretamente a sua tela), assim como sua voz. É uma maneira fabulosa para os alunos verem o que você vê, acompanharem sua explicação e  ainda ouvirem sua voz, permitindo que se sintam conectados.

Há vários softwares gratuitos na internet que permitem que você faça isso, sendo o Screencastify, por exemplo, uma ótima ferramenta para ajudá-lo a realizar essa tarefa.

Veja quais são os melhores gravadores de tela

O Screencastify é uma extensão do Google Chrome que não apenas permite a criação rápida desses vídeos, mas também é sincronizada automaticamente com sua conta do Google Drive e é totalmente integrada ao Google Classroom. 

Com esse tipo de software você pode gravar vídeos tutoriais sobre assuntos mais complexos, produzindo um passo a passo explicativo para os seus alunos.

Gravar vídeos tutoriais: dicas para conseguir o melhor resultado

Se você estiver gravando um vídeo da apresentação do Google Apresentações, considere ativar o recurso de legenda oculta para ajudar alunos que possuem alguma deficiência auditiva.

Aposte no ensino híbrido (blended learning)

educacao-a-distacia-hibrida-coursifyme

Ao considerar o ensino online, os distritos escolares devem analisar se a população estudantil e familiar dispõem de computadores e acesso confiável à Internet, antes de empregar a educação totalmente digital. 

Como sabemos que isso ainda não é uma realidade para todos, as melhores práticas sugerem que seja adotado o ensino híbrido, que combina tarefas digitais e analógicas, a fim de garantir que todos os alunos tenham acesso às atividades e consigam acompanhar o currículo escolar. 

É importante ressaltar seu conceito híbrido, ou seja, uma metodologia que agrega adequadamente o ensino através de meios tecnológicos, sem substituir, mas se integrando com o formato tradicional.  

O Blended Learning utiliza a tecnologia não apenas para suplementar, mas para transformar e melhorar o processo de aprendizagem.

Ensino híbrido: união da aprendizagem online e presencial

Porque utilizar uma plataforma de educação a distância

Existem muitas atividades diferentes que você pode oferecer aos seus alunos para tornar a educação a distância agradável e eficaz.

Mas, para isso, a escola precisa adotar uma plataforma de hospedagem de cursos online que disponibilize todos os recursos necessários à aprendizagem virtual.

A boa notícia, é que plataformas que atuam como um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), já estão prontas para uso e oferecem um custo baixíssimo se comparado com a compra e implementação de um software padrão.

Ambiente Virtual de Aprendizagem: o que é e para que serve

Além disso, uma plataforma no modelo SaaS (software como serviço), desenvolvida especificamente para esse propósito, conta com vantagens como ser uma ferramenta fácil de usar, com interface amigável, capacidade de integração com outros sistemas de informação e possibilidade de ser acessada a partir de qualquer dispositivo com acesso a internet.

Os principais recursos dos quais uma plataforma de ensino online completa como o Coursify.me dispõem são:

  • Criação e gerenciamento de cursos;
  • Cadastro e gerenciamento de estudantes;
  • Integração com outras plataformas, como Dropbox e YouTube;
  • Ferramentas para trabalhar com vídeos;
  • Ferramentas para distribuir arquivos e outros materiais necessários ao ensino;
  • Acompanhamento da evolução do estudante;
  • Ferramenta de interação com os estudantes.

Fora isso, ainda há a possibilidade de organizar as aulas em módulos, lições ou do modo que achar melhor para facilitar o aprendizado.

O Coursify.me permite que a escola hospede e acesse materiais desenvolvidos em uma variedade de formatos diferentes, como documentos Office, vídeos e aplicativos.

A plataforma não tem limites de usuários e já atende a diversas escolas do Rio de Janeiro, tais como:

  • Escola ORT
  • Franco-Brasileiro
  • Saint Georges
  • Paranapuã
  • Zaccaria
  • JLMED
  • Colégio Notre Dame
  • ABACO
  • ICBJ
  • IPS

Para saber mais, visite nosso site, teste a plataforma e comece agora a implementar a educação a distância na sua escola.