Pressione enter para ver os resultados ou esc para cancelar.

7 Dicas para Falar Bem em Vídeo

Para gravar boas aulas online, além de um roteiro bem planejado e os equipamentos necessários, é preciso saber falar bem em vídeo.

No entanto, os profissionais que não estão acostumados a estar na frente de uma câmera, muitas vezes lutam com a melhor maneira de se apresentar de uma forma positiva.

7 Dicas para Falar Bem em Vídeo

Falar bem em vídeo: dicas para gravar aulas online

Ao gravar algum material em vídeo que será divulgado, todos nós queremos ter a melhor aparência possível.

Afinal, além de instruir, o vídeo também tem como objetivo impulsionar a marca da nossa empresa e aumentar as vendas.

5 modos de vender cursos online usando vídeos

Porém, falar bem em vídeo não é assim tão simples para muitas pessoas, especialmente as que não estão habituadas a ficar em frente às câmeras.

Esse é o motivo por qual muitos professores, apesar da sua excelente oratória e presença em sala de aula, mostram uma performance inferior em aulas gravadas ou entrevistas. Assim como o contrário também acontece.

Falar diante do público é um habilidade que pode ser treinada e, falar para as câmeras, sozinho em uma sala, também.

Embora não exista uma fórmula mágica instantânea, existem algumas estratégias que você pode implementar para melhorar o fluxo geral de seus vídeos.

Preparamos 7 dicas para profissionais que estão começando ou querem aperfeiçoar suas aulas online, sobre como falar bem em vídeo.

1. Mostre energia e disposição

Uma câmera pode ser a maior crítica que você já conheceu. Ela tende a potencializar tudo que você mostra, inclusive seu nível de entusiasmo.

Então, se você parecer cansado, ou manter sempre o mesmo tom, seus vídeos provavelmente vão fazer seus alunos dormirem.

Para falar bem em vídeo, o primeiro passo é deixar claro que você gosta do que está dizendo.

Mostre entusiasmo e energia ao falar com o espectador, mostre emoção e prazer em ensinar.

Isso não quer dizer berrar nem fazer malabarismos, isso quer dizer acreditar no que você está falando, e falar com prazer.

Na sua palestra para o TED, Tim Urban dá um bom exemplo de como imprimir emoção no discurso, deixando que sua entonação de voz mude conforme seu discurso e deixe claro para o público como ele se sente.

Esse comportamento é o primeiro passo para construir o interesse do público. Sorria para a câmera e foque em como você pode usar sua energia para impulsionar seu vídeo.

2. Use palavras fáceis de compreender

É fato que o grande fluxo de informações que a Internet trouxe para as nossas vidas baixou nosso tempo de atenção drasticamente.

Estudos mostram que nossa atenção hoje é de apenas 8 segundos. Ou seja, para captar e prender a atenção do seu público, você precisa de uma mensagem rápida e clara.

Ao escrever seu roteiro de vídeo e planejar seu discurso, evite ao máximo o uso de gírias, expressões locais ou jargões da sua área de atuação.

7 dicas para criar um roteiro de vídeo

É comum, a medida que nos desenvolvemos em nossa profissão, muitas vezes usarmos mais jargões.

Porém, não esqueça que seus clientes não passam o dia inteiro trabalhando na mesma área ou não têm o mesmo nível de compreensão que você. Caso contrário, eles não precisariam dos seus serviços.

Portanto, para falar bem em vídeo, corte qualquer termo que não seja de entendimento geral, e torne mais fácil para os seus alunos em potencial entender como você pode ajudá-los.

3. Lembre-se de sorrir

Dado curioso: 72% das pessoas acreditam que indivíduos que sorriem com frequência são seguros e bem-sucedidos.

Que melhor maneira de ganhar a confiança do seu público do que mostrando que você está confiante sobre seus negócios e serviços.

A especialista em vídeos, Sunny Lenarduzzi, mostra o quão assustador é quando você não sorri ou pisca enquanto está gravando um vídeo.

Seu exemplo do que não fazer quando você está em frente às câmeras é perfeito. Ela aborda muitos dos desafios que as pessoas têm ao filmar seu primeiro vídeo.

Quer mais um bom motivo para ser simpático e sorrir mais? A Wishpond realizou um teste A/B de 5 semanas que descobriu como um rosto sorridente aumenta os lucros em 10,7%.

Se você tiver problemas para sorrir para uma câmera ou está preocupado que o seu sorriso não vai parecer genuíno, pratique na frente de um espelho.

Isso ajudará você a relaxar quando estiver diante da câmera e também vai ajudá-lo a perceber tiques faciais que você nem sabe que tem e que com certeza não quer mostrar.

4. Olhe diretamente para a câmera

Como mencionamos anteriormente, não é porque você tem experiência em falar em uma sala de aula ou eventos, que você sabe como falar bem em vídeo.

O desafio de falar em frente a uma audiência ao vivo é diferente de falar sozinho, para câmera, sem nenhuma interação.

Primeiro, porque não há ninguém estimulando e criando ganchos para o diálogo. Trata-se mais de um monólogo e o fluxo da narrativa depende inteiramente de você.

Em segundo lugar, você não pode avaliar as emoções do espectador. E, em terceiro, você tem uma amplitude de movimento mais limitada.

Ao contrário de um palco, o escopo da lente da câmera limita o local em que você pode mirar para garantir a atenção do público.

Por essa razão, a chave é olhar diretamente para a lente da câmera. Embora seja tentador olhar para si mesmo falando (dependendo da câmera em uso) ou se concentrar em pontos diferentes do ambiente ao longo do vídeo, seu público estará apenas à sua frente.

E lembre-se da importância de sorrir e piscar. Todo mundo parece assustador quando mantém os olhos abertos por muito tempo.

5. Agarre a atenção do público cedo

Nunca é demais repetir esta afirmação o suficiente: você tem 8 segundos.

Por isso um roteiro de vídeo é tão importante. Você precisa planejar bem como transmitir sua mensagem ao público de forma clara e rápida.

Quanto melhor você começar seu vídeo; mais pessoas vão assistir até o final. Por exemplo, não comece dizendo o seu nome e o título do vídeo. Em vez disso, invente algo atraente para seu público, como uma chamada ou pergunta que desperte a curiosidade.

Outras boas ideias de conteúdo para começar seu vídeo podem ser uma anedota, estatística ou uma afirmação provocativa.

Afinal, não basta falar bem em vídeo, para segurar sua audiência, você tem que instigar, despertar seu interesse.

Os espectadores precisam de um motivo para continuar assistindo ao seu vídeo. Você precisa dar essa razão assim que eles dão play, ou eles vão parar de assistir.

–  Saiba como gravar vídeos em casa

6. Planeje toda a sua apresentação

Só porque você sabe sobre o que é o seu negócio, não significa que você saiba explicar isso claramente para os outros.

As pessoas que parecem naturais falando sobre determinado assunto, são aquelas que o fazem regularmente.

Por isso, principalmente se você nunca ministrou nenhuma aula antes, o ideal é que você planeje primeiro a estrutura do seu curso, e depois um roteiro de vídeo.

É preciso que você tenha definido como sua aula irá se desenvolver, isto é, como você vai transmitir as informações de uma forma coerente, de modo que seus alunos consigam acompanhar e desenvolver uma linha de raciocínio.

Passo a passo para criar cursos online

Depois que você tiver esse roteiro, pratique até que você se canse de ouvir a própria voz. E pratique em frente ao espelho, para treinar suas expressões e gestos ao mesmo tempo.

Comece com uma ótima introdução para captar a atenção e siga com algumas informações sobre a direção do vídeo.

As pessoas gostam de estrutura, de saber o que esperar, para que possam seguir sua história no vídeo com mais tranquilidade.

Sempre que possível, adicione imagens e áudios para indicar e ressaltar pontos diferentes. Também é interessante usar legendas ou uma chamada de texto que mostre aos espectadores que você está mudando para o próximo tópico.

Sua audiência nem sempre presta atenção em todas as palavras que você fala. Por isso, é melhor usar de outros elementos para facilitar que ela o siga.

7. Vista-se adequadamente

Lembre-se que a primeira impressão é a que fica. E a primeira impressão, no caso de vídeos, é a visual.

Outra normativa do comportamento humano, é que as pessoas fazem pré julgamentos sobre você imediatamente.

Elas julgam você pelo seu sorriso (ou falta dele), sua postura e outras pistas de comunicação não-verbais. Por fim, seus espectadores julgam você com base na sua aparência, e isso com certeza inclui a roupa que você está usando.

Ninguém nunca vai agradar a todos, mas você pode usar algo que se adapte ao seu público-alvo. O que já deixa claro que não precisa ser necessariamente um terno.

Sim, pessoas como Mark Zuckerberg usam moletom por anos. No entanto, até ele usava um terno quando falou em frente ao Senado.

O ditado é verdadeiro: se você parece bem, você se sente bem. Você não precisa passar o dia inteiro se vestindo. No entanto, pode passar algum tempo procurando uma camisa limpa e passada para usar.

Não se vista de forma muito chamativa, a menos que seja adequado ao seu público.

Além disso, penteie o cabelo e uma maquiagem leve também não machuca ninguém.

Sabemos que isso não tem nada a ver com falar bem em vídeo, mas acredite, é um ponto importante do “pacote de venda”.

Como vender cursos online

Falar bem em vídeo para vender cursos online

Falar bem em vídeo para vender cursos online

Depois de estudar as dicas acima, você terá uma noção melhor do que deve e não deve fazer em seu próximo vídeo.

Se você não conseguir implementar todas essas diretrizes de uma só vez, comece com uma ou duas e vá se aprimorando até que seus vídeos se tornem mais eficazes.

Com o tempo, você se tornará profissional no assunto e ganhará mais credibilidade, de modo que seu público-alvo queira assistir a mais vídeos e saber mais sobre seus serviços.

Depois de aprender a falar bem em vídeo e conseguir um resultado caprichado, você pode se concentrar em outros fatores, como a hospedagem e a venda dos seus cursos online.

Como Escolher a Plataforma de Hospedagem de Vídeo Correta

Plataforma para a hospedagem de cursos online (AVA), o Coursify.me conta com todas as funcionalidades necessárias para que você integre e importe conteúdo de plataformas de hospedagem de vídeo como Vimeo e YouTube.

Ambiente Virtual de Aprendizagem: o que é e para que serve

Instrutores podem incorporar seus vídeos hospedados em qualquer um desses canais na sua página no Coursify.me, deixando suas aulas ainda melhores e mais completas.

Visite o nosso site e aproveite todas as funcionalidades da nossa plataforma para criar e vender cursos online de qualidade.